Pesquisa e desenvolvimento sustentável

O cerrado ocupa mais de 22% do território brasileiro, tem a maior biodiversidade do planeta e é o segundo maior bioma da América Latina.

Entretanto, muitas espécies da flora e fauna estão em risco de extinção, principalmente em decorrência da degradação causada pelas atividades humanas. Apesar da elevada importância biológica, o cerrado tem apenas 8% de seu território protegido por unidades de conservação.

Sendo assim, o Grupo Guaçu, a GRF Consultoria e o ICMBio, formaram uma parceria para um projeto inédito no Brasil que busca o desenvolvimento científico por meio de técnicas para restauração do cerrado. Dentre os objetivos propostos pelo projeto estão:

- Desenvolvimento e aprimoramento de técnicas de seleção de frutos e sementes;

- Estudo de técnicas de quebra de dormência e maximização de germinação;

- Criação de procedimentos sustentáveis de plantio, técnicas de transferência e replantio das espécies;

- Aplicação de técnicas da agroindústria na aceleração do crescimento das plantas

- Ampliação do conhecimento de restauração florestal por meio do estudo simbiótico das espécies.

A parceria com o ICMBio prevê, além da cessão de mudas para o reflorestamento da área do cerrado de Emas pertencente ao órgão em Pirassununga-SP, a transferência do know-how de plantio e manejo das mudas.

Esta base de conhecimento será integrada ao Plano de Atendimento de Emergências Nacional que está em desenvolvimento pelo ICMBio.

De forma paralela, o levantamento das espécies na área do cerrado de Emas irá auxiliar no processo de transformação desta área em uma unidade de conservação nacional.

FALE COM A GENTE . Preencha o formulário abaixo.

Unidade I - Estiva Gerbi (São Paulo)

Rodovia Dr. José Lanzi, 1350
Estiva Gerbi - SP.
CEP 13857-000

Comercial PABX (19) 3868 3555
CEL (19) 99730 1515
comercialsp@grupoguacu.com.br

Unidade II - Sulfago (Goiás)

VPR 2, Qd. 02, Módulo 12 – D.A.I.A.
Anápolis – GO.
CEP 75132-025

CEL (62) 3316 1030
sulfago@sulfago.ind.br